Vencer a Depressão » Jorge Mota Pereira » Médico Psiquiatra



Médico Psiquiatra. Doutorado em Psicologia
  
  
Play
Play
Play
Play
previous arrow
next arrow
Slider

Caro visitante,

Sou médico psiquiatra formado no Hospital de Magalhães Lemos no Porto. Doutorei-me em psicologia na Universidade do Minho e pós-graduei-me em psicoterapia cognitivo-comportamental.

Na minha página do facebook ou na página do facebook da Clínica Médico-Psiquiátrica da Ordem, poderá aprender muito sobre doenças psiquiátricas assistindo a vídeos de casos clínicos que temos acompanhado e tratado com recurso aos psicofármacos e/ou psicoterapia.

O meu objectivo primordial foi criar um espaço clínico que fosse uma referência nacional no tratamento da depressão, ansiedade, ataques de pânico, perturbação obsessivo-compulsiva, perturbações da personalidade…!

Com as consultas via internet (Skype ou Facebook) temos ajudado também os nossos emigrantes, pacientes com mobilidade reduzida, pacientes que não conseguem sair de casa por variados motivos psicológicos (principalmente estados ansiosos graves ou agorafobia). A procura destas consultas tem ultrapassado todas as expectativas e temos pacientes em três Continentes (europeu, africano e americano).

Na minha opinião, o psiquiatra deve estar em permanente actualização técnico-científica e participar activamente na busca dos melhores métodos de tratamento baseados nas melhores guidelines nacionais e internacionais, de forma séria e consciente. No seguinte link pode ler e saber de projectos médicos e científicos em que tenho estado envolvido: Jorge Mota-Pereira on ResearchGate.

Considero ainda que os meios de comunicação social têm um papel determinante na divulgação das patologias psiquiátricas mais frequentes, sendo um importante veículo de informação para o doente e familiares. Nesse sentido, pauto-me por participar activamente em estreita colaboração com a televisão, a rádio, os jornais…

Nesta página poderá também assistir a inúmeras entrevistas/reportagens baseadas em casos clínicos que tratamos na nossa clínica.

Os meus cordiais cumprimentos,

Jorge Mota Pereira

Contacto das assistentes:
(+351) 932746177/ 913306703/ 223321527

Vencer a depressão - Assistir a vídeos de casos clínicos psiquiátricos
Clínica Médico-Psiquiátrica da Ordem


Jorge Mota Pereira
Médico
Psiquiatra
Doutorado em Psicologia pela Universidade do Minho.
Pós-graduado em Psicoterapia.
Consultas no Porto e apoio via Skype para todo o país e estrangeiro.
DoctoraliafacebookYouTubeGoogle+LinkedIn
Ricardo Teixeira
Psicólogo e
psicoterapeuta
Doutorado em Psicologia. Pós-graduado em Psicoterapia cognitivo-comportamental. Professor universitário. Consultas no Porto ou via Skype para todo o país e estrangeiro.
DoctoraliaFacebookYouTubeGoogle+LinkedIn
Sara França
Médica
neurologista
Médica especialista pelo Hospital de São João, Porto, com média final de 19.93 valores. Médica neurologista no Hospital Pedro Hispano, Matosinhos.
DoctoraliaLinkedIn
Carla Pinto Moura
Médica
otorrinolaringologista
Doutorada em Medicina. Professora da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. Médica de otorrinolaringologia no Hospital de São João, Porto.
DoctoraliaLinkedIn
Jorge Spratley
Médico
otorrinolaringologista
Doutorado em Medicina. Professor da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. Médico de otorrinolaringologia no Hospital de São João, Porto.
Doctoralia

LOCALIZAÇÃO

Vencer a depressão. Tratar a depressão no Porto. Clínica da mente humana e doenças mentais. Tratar a ansiedade no Porto. Tratar do pânico no Porto. Com bom parque no próprio edifício Mapfre. É o melhor sítio. Problemas psíquicos mais comuns: Perturbação de pânico (por exemplo, o doente fica subitamente, e durante alguns minutos, com o coração a bater muito depressa, fica com tonturas, sensação de que vai desmaiar, perder o controlo ou morrer, pode ficar com suores, sensação de falta de ar ou com formigueiros nas mãos e é habitual recorrer muitas vezes às urgências ou a vários outros médicos porque pensa estar a ter um ataque cardíaco ou outra doença grave. Associado a isto pode acontecer que o doente deixe de conseguir ir sozinho a centros comerciais, shoppings, continentes e até pode deixar de conduzir em locais como auto-estradas…). A psicoterapia cognitivo-comportamental e os psicofármacos são os nossos principais métodos de intervenção. Depressão (queixas de tristeza, perda de prazer nas actividades diárias, cansaço,sentimentos de inutilidade e de falta de auto-estima, irritabilidade fácil, esquecimentos, diminuição do desejo sexual, dores em várias partes do corpo, alterações do sono ou do apetite,muita ansiedade e dificuldade em trabalhar). Temo-nos sub-especializado no tratamento dos casos mais graves de depressão. Ansiedade generalizada, perturbação obsessivo-compulsiva, abuso/ dependência do álcool, perturbações da personalidade também estão entre as doenças que mais tratamos.